Lago Paranoá tem 76 fontes poluidoras, a maioria na parte sul

Lago Paranoá DF Misto Brasília
Lago Paranoá é uma importante área de lazer para os brasilienses/Arquivo/Andre Borges/Agência Brasília

O Lago Paranoá recebe 76 fontes poluidoras, 21 das quais estão na parte norte e o restante na região sul. A informação é da Promo Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema), que mandou fazer uma perícia sobre esses empreendimentos, a maioria da área pública

Entre os principais problemas estão a poluição pelo lançamento de esgoto não tratado e o assoreamento dos rios que alimentam o lago. Resíduos da construção do Trevo de Triagem Norte (TTN) e a expansão do Polo de Modas do Guará também impactaram negativamente a quantidade e a qualidade das águas.

A Assessoria de imprensa informou que o levantamento indica exclusivamente empreendimentos que possuem procedimentos em curso ou ações judiciais interpostas pelo do Ministério Público do Distrito Federal. Há outras atividades que também afetam das águas do Lago Paranoá. “O mais grave é que a maioria dos empreendimentos levantados são públicos”, afirmou o promotor de Justiça Roberto Carlos Batista, da 1ª Prodema.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas