Governador troca delegado e juiz manda soltar acusados de botar fogo na floresta

ONG presos fogo na floresta
Integrantes de ONG quando estavam sendo presos no estado do Pará/O Liberal

O governador do Pará, Helder Barbalho, determinou a substituição do delegado responsável pelo inquérito policial instaurado para esclarecer as causas e os eventuais responsáveis pelas queimadas que atingiram a Área de Proteção Ambiental (APA) Alter do Chão, em Santarém, no oeste paraense, em setembro deste ano.

Em um vídeo divulgado, hoje (28), nas redes sociais, Barbalho explica que determinou a troca do delegado de Conflitos Agrários, Fábio Amaral Barbosa, pelo diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire Cardoso. No vídeo, o governador alega estar preocupado com o episódio que resultou na prisão preventiva de quatro brigadistas. informou a Agência Brasil.

Segundo a Polícia Civil, os dirigentes da organização não governamental (ong) Brigada de Incêndio Florestal de Alter do Chão são suspeitos de atear fogo na vegetação para se autopromover e, assim, obter donativos em dinheiro de outras organizações não governamentais para o combate às queimadas.

Já o juiz Alexandre Rizzi, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santarém, concedeu liberdade provisória aos brigadistas presos na operação Fogo do Sairé. A decisão foi emitida hoje à tarde, dando liberdade a Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes e Marcelo Aron Cwerner, que estavam presos em Santarém. A decisão foi acatada em caráter imediato e, segundo Michel Durans, advogado de dois dos brigadistas, eles deixam o Presídio de Cucurunã ainda nesta quinta-feira, de acordo com O Liberal.

O Ministério Público Federal (MPF) para explicar a competência da investigação é federal ou estadual. Isso porque a Polícia Federal já estava com uma investigação em andamento e sem suspeitos. A Polícia Civil do Pará apontou os brigadistas como suspeitos e os prendeu.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas