Frente pede crédito para reduzir déficit habitacional na área rural

Imóvel rural casa
Centenas de imóveis rurais no Distrito Federal não estão regularizados/Arquivo/OLX

Para quem pensa que a falta de habitação é um problema urbano, é porque não conhece os números da área rural, alerta a Frente Brasileira de Habitação Popular (FBHP). Números da Fundação Carlos Chagas apontam que há um déficit de 783 mil imóveis.

A liberação de aporte financeiro no setor tem grande importância social e econômica. “Promove geração de renda e emprego, principalmente nos assentamentos de reforma agrária”, informa presidente da Frente, Pablo Said.

A redução do crédito para financiamento de imóveis, o desemprego em alta a partir dos anos de crise e a queda na renda das famílias, tornaram o sonho da casa própria ainda mais distante para milhares de brasileiros. O novo presidente do Incra, o economista Geraldo Ferreira de Melo Filho, promete atacar o problema no que compete ao órgão, que é a regularização fundiária.

No âmbito nacional, o déficit habitacional que já era elevado, aumentou em mais de 220 mil imóveis entre 2015 e 2017, batendo recorde, ou seja, 7%, atingido 7,78 milhões de unidades habitacionais.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas