Chile volta a registrar violentos confrontos nesta segunda

Chile ,manifestação
Milhares de pessoas compareceram nas manifestações contra o governo chileno/LaHora

Violentos confrontos entre manifestantes e a polícia foram registrados nesta segunda-feira (28) nos arredores da Casa do Governo, em Santiago, no 10º dia da convulsão social que explodiu no Chile, deixando 20 mortos. Os incidentes se concentraram no centro de Santiago e se repetiram nas cidades de Valparaíso e Concepción e começaram na hora em que o presidente Sebastián Piñera anunciava um novo gabinete e a tensão foi aumentando durante a tarde.

Milhares de manifestantes responderam às convocações feitas pelas redes sociais para protestar na segunda e na terça-feira à tarde em frente ao Palácio de La Moneda, sede do Executivo, que foi isolado por um amplo cinturão de segurança no centro de Santiago.

Bombas de gás lacrimogêneo e palavras contra os policiais e os militares eram ouvidas em todo o centro, onde também foi registrado o saque de uma farmácia enquanto a tensão aumentava.

Sebastián Piñera anunciou a troca de oito ministros, incluindo o questionado titular da pasta do Interior, Andrés Chadwick, integrando uma nova geração de políticos em seu gabinete, na tentativa de silenciar os protestos nas ruas contra o governo que seguem a pleno vapor.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas