Assessor de Marun é ligado ao lobby da construção civil

O presidente Michel Temer (PMDB) confirmou através de seu microblog Twitter que dará posse ao deputado Carlos Marun (PMDB-MS) na Secretaria de Governo no lugar do deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA). Temer postou essa informação no início da tarde, após chegar em Brasília depois de dois dias internado no Hospital Sírio-Libanês.

Marun assume no início do recesso do Congresso Nacional, que ficará em férias por quase dois meses. Ele vai para o Palácio do Planalto, após ser “desconvidado” pelo próprio presidente. Marun deverá nomear como seu auxiliar no Ministério, Abel Ferreira Neto que, atualmente. faz o papel de chefe de gabinete na Câmara, embora não seja secretário parlamentar, não tenha cargo em comissão ou seja um servidor de carreira. Abel é prestador de serviços, que emite notas fiscais contra a Câmara.

Ele é dono da empresa Incon – Consultoria Integrada Ltda., que fornece os comprovantes fiscais como “consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos”. O assessor informal de Marun é ligado ao lobby da construção civil, com relações no Programa Minha Casa, Minha Vida.

O deputado e o assessor têm longa relação desde quando Marun era secretário no Mato Grosso do Sul. Abel trabalhou na Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação e responde a processos judiciais, como na Vara do Trabalho de Ituiutaba, e na justiça do Distrito Federal.