Nova operação investiga negócios da Petrobras em Benin

Operação Poço seco, uma sequência da Operação Lava Jato, está sendo realizada nesta manhã no Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. Estão sendo cumpridas ordens do juiz Sérgio Moro que miram pessoas ligadas ao PMDB ex-deputado Eduardo Cunha, que teria intermediado a compra de campos de exploração de petróleo pela Petrobras em Benin, na costa africana.

Segundo a TV Globo, um dos alvos no Rio seria a filha de Jorge Luz. Ele e o filho dele Bruno Luz foram alvos da Lava Jato, em fevereiro. De acordo com as investigações, Jorge e Bruno teriam movimentado US$ 40 milhões em propina agindo como intermediários de agentes públicos e políticos, a maioria senadores.

A ação tem como objetivo principal investigar as operações financeiras realizadas a partir da aquisição da Petrobras pelos direitos de exploração de petróleo em Benin, na África, com a intenção de desviar recursos para o ex-gerente da área de negócios internacionais da estatal.

Foram realizadas complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas a ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas