PT “exige” libertação dos condenados Dirceu, Palocci e Vaccari

No PT não tem bandido, mas vítimas do sistema político. É assim que o próprio partido define seus principais envolvidos em recebimento de propinas e articuladores do maior esquema de corrupção da História do País e que, em consequência, provocou um rombo nas contas públicas e da Petrobras.

A decisão de transformar condenados em presos políticos partiu do PT de São Paulo. Em congresso estadual, optou por alçar a esta categoria os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A moção foi provada por unanimidade pelos 999 delegados estaduais e que “exige” a libertação dos três, registra hoje o Valor.

“É um erro e faz o jogo do juiz [Sergio] Moro punir alguns petistas ‘culpados’ por delatores manipulados por procuradores, juízes e policiais quando os presos sabidamente não têm liberdade para se defender. O PT deve exigir a liberdade para o presos políticos José Dirceu, Vaccari e Palocci.”

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas