Comissão retoma votação da reforma da Previdência

A Comissão Especial que analisa a reforma previdenciária deve retomar daqui a pouco a votação dos destaques ao texto principal, votado e aprovado ontem à noite. Para alguns jornalistas, o presidente da comissão, deputado Carlos Marun (PMDB-MS) informou que seria retomada somente na próxima semana, mas a sessão não foi encerrada oficialmente na madrugada.

O trabalho foi suspenso por conta da invasão dos agentes penitenciários, que foram repelidos com uso de gás de pimenta pela Polícia Legislativa. Ocorreu também vários momentos de agressões verbais entre os parlamentares

Os deputados já rejeitaram os 38 destaques simples ao texto, por 22 votos a 14. A etapa seguinte é a análise de 13 destaques de bancada.

Durante a votação dos destaques ao texto principal, o PSDB chegou a se posicionar favoravelmente à reinclusão dos agentes, mas o líder do governo, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), chamou os partidos da base para conversar e foi negociado para que o assunto seja votado no Plenário da Câmara.

O deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) citou a necessidade de uma regra de transição para os servidores públicos que entraram antes de 2003. “Para que nós possamos levar ainda à apreciação do Plenário da Casa, eventualmente, alguma alteração para aqueles que entraram até 2003. Para fazer uma transição mais adequada”, afirmou à Agência Câmara.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas