Renan diz que renuncia à Liderança em nome de Requião

Mais um capítulo na queda de braço entre o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o presidente Michel Temer (PMDB). Nesta tarde, o líder da bancada peemedebista disse que aceita renunciar à função, desde que seja indicado o senador Roberto Requião (PR). “Se a bancada aceitar o Requião como líder, eu facilito e renuncio agora”.

Como se sabe, Requião defendeu Dilma Rousseff (PT) do impeachment e diariamente dispara sua metralhadora contra o Palácio do Planalto.

A piada de Renan Calheiros foi mais completa quando aceitou que a reunião das centrais sindicais fosse realizada na sala da Liderança do PMDB. Os sindicalistas, como o líder no Senado, são críticos do texto aprovado na Câmara dos Deputados.

“Acho que essa reforma ela parece incoerente”, declarou ele, segundo a agência Política Real.

O projeto começou esta semana a tramitar em duas comissões do Senado: a de Assuntos Econômicos (CAE) e a de Assuntos Sociais (CAS).  

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas