Janaína Paschoal alerta – depois digam que não avisei

A advogada Janaína Paschoal, autora da representação que provocou a cassação da ex-presidente Dilma Rousseff, afirmou que constitui uma “temeridade partidos e movimentos pró-impeachment impugnaram” decisão do Senado.

Ela falava sobre as ações (seja como mandado de segurança ou outra peça jurídica) que estão sendo protocoladas no Supremo Tribunal Federal, contra a manutenção dos direitos políticos da ex-presidente Dilma Rousseff.

Há cerca de 15 minutos afirmou que “não podemos achar o Senado soberano para aquilo com o que concordamos; e não o achar soberano para o que discordamos”.

No Twitter, disse que “Infelizmente, estão olhando para o micro e esquecendo o macro. Depois, não digam que eu não avisei. Tanto no que tange à caracterização dos crimes de responsabilidade, como no que concerne às penas, o Senado tem a última palavra!”

“Conversei com o dr. Hélio e com professor Reale Júnior. Nós três, os três denunciantes, estamos firmes na decisão de não recorrer”.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas