PT enterra proposta de Dilma do plebiscito

Dilma Ropusseff tem dito que, se voltar ao Palácio do Planalto, a primeira coisa que vai fazer é chamar a população para um plebiscito para antecipar as eleições presidenciais. Esse, aliás, tem sido o discurso da tropa de choque no Senado. Leia-se: PT, PCdoB e PDT.

Bem, é apenas discurso, porque, na prática, nem o PT aprovou a ideia. A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores rejeitou a proposta de convocação de plebiscito sobre antecipação de eleições no Brasil. E não foi uma votação apertada. Foi 14 contra e apenas dois votos a favor.

Foi a primeira vez que o comando do PT se manifestou formalmente sobre a proposta. O plebiscito é a principal bandeira da presidente afastada para angariar votos de senadores para barrar o impeachment definitivo.

De acordo com a Folha, a emenda —apresentada pelo secretário de Formação do PT, Carlos Henrique Árabe— reproduzia um trecho da carta de compromissos divulgada por Dilma na tentativa de reverter a tendência pelo impeachment no Senado. E sugeria uma declaração do partido em favor do plebiscito.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas