Operação policial prende presidente da Saneago

O governador Marconi Perillo (PSDB) foi acordado hoje cedo por uma operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal contra dirigentes da Saneago, a companhia de saneamento do Estado de Goiás.

Entre os detidos estão o presidente estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Afrêni Gonçalves, e o presidente da Saneago, José Taveira Rocha.

A Operação Decantação estourou uma organização criminosa responsável pelo desvio de cerca de pelo menos R$ 4,5 milhões em recursos federais. De acordo com a investigação foi evitado um prejuízo de quase R$ 7 milhões aos cofres públicos, segundo as autoridades policiais.

Dados da investigação indicam que dirigentes e colaboradores da empresa Saneamento de Goiás S/A – Saneago teriam promovido licitações supostamente fraudulentas mediante a contratação de uma empresa de consultoria envolvida no esquema criminoso. Não foram divulgados nomes dos envolvidos, publicou o Diário de Goiás.

De acordo com a Polícia Federal, recursos públicos federais, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, de financiamentos do BNDES e da Caixa Econômica Federal, teriam sido desviados para pagamento de propinas e de dívidas de campanhas políticas.

 

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas