Gilmar Mendes sai em defesa de Toffoli e critica MPF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, saiu em defesa da instituição no episódio de vazamento de informações sobre delação da OAS citando o ministro Dias Toffoli contra o Ministério Público Federal.

Para ele, os procuradores vazaram o que disse o empresário Léo Pinheiro da OAS. E o fato merece investigação.

Quanto à Toffoli ser citado pela delação, o ministro não descarta que “isso esteja num contexto em que os próprios investigadores tentam induzir os delatores a darem a resposta desejada ou almejada contra pessoas que, no entendimento deles, estejam contrariando interesses”.

Gilmar Mendes também criticou as dez propostas contra a corrupção que o MPF. Na visão do ministro os procuradores defendem “até a validação de provas obtidas de forma ilícita, desde que de boa-fé”.

“O que isso significa? Que pode haver tortura feita de boa-fé para obter confissão? E que ela deve ser validada”, complementou Gilmar Mendes. Com informações da colunista Mônica Bergamo. 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas