Entre quatro capitais, ACM Neto nada de braçadas

As eleições municipais deste ano devem marcar a troca dos atuais prefeitos nas principais capitais, seja porque o gestor municipal não pode concorrer ou sua administração é mal avaliada.

Pelas pesquisas até agora apresentadas, há uma tendência de grandes mudanças. Os números são do Ibope a pedido da Globo e Estadão.

São Paulo

Celso Russomano (PRB) – 33%; Marta Suplicy (PMDB) – 17%; Fernando Haddad (PT), Luíza Erundina (PSol) e João Dória (PSDB) – 9%; Major Olímpio (Solidariedade) – 2%; Altino Menezes (PSTU), João Bico (PSDC), Levy Fidélix (PRTB) e Ricardo Young (Rede) – 15%; Henrique Áreas – 0%.

Rio de Janeiro

Marcelo Crivela (PRB) – 27%; Marcelo Freixo (PSol) – 13%; Flávio Bolsonaro (PSC) – 11%; Jandira Feghali (PCdoB) e Pedro Paulo Carvalho (PMDB) – 6%; Índio da Costa (Dem) – 5%; Carlos Osório (PSDB) – 4%; Alessandro Molon (Rede) – 2%; Carmem Migueles (Novo) e Cyro Garcia (PSTU) – 1%.

Belo Horizonte

João Leite (PSDB) – 21%; Alexandre Kalil (PHS) – 11%; Luís Tibé (PTdoB) – 6%; Eros Biondini (Pros) e Vanessa Portugal (PSTU) – 5%; Délio Malheiros (PSD), Maria da Consolação (PSol), Reginaldo Lopes (PT) e Sargento Rodrigues (PDT) – 3%; Marcelo Álvaro Antônio (PR) e Rodrigo Pacheco (PMDB) – 2%.

Salvador

ACM Neto (Dem) – 68%; Alice Portugal (PCdoB) – 8%; Pastor Sargento Isidório (PDT) – 6%; Fábio Nogueira (PSol) e Rogério da Luz (PRTB) – 1%; Célia Sacramento (PPL) e Cláudio Silva (PP) – 0%.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas