Desvinculação de benefícios do mínimo é retrocesso, diz Anfip

A sociedade precisa ter controle sobre a receita do sistema de seguridade social, que é superavitário, englobando, além da Previdência, assistência social e saúde. A declaração é do presidente da Associação Nacional dos Fiscais da Receita Federal do Brasil, Vilson Romero.

A Anfip, segundo ele, ano a ano divulga os resultados do sistema e vem comprovando que os recursos arrecadados são suficientes, com sobras, para garantir os programas sociais que permitem a diminuição das desigualdades por meio da distribuição de renda.

Propostas como desvinculação dos benefícios do valor do salário mínimo e a imposição de uma idade mínima representam retrocessos, constatando que nenhuma reforma jamais foi proposta para melhorar a vida do cidadão, apenas para reduzir direitos.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas