Vice do COI reclama que não vê pobres na Rio2016

Uma semana de Rio2016 e as críticas não param. Desta vez foi a vez do  vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional, John Coates, afirmou em entrevista à BBC que a situação política e econômica do Brasil fez dos Jogos do Rio “os mais difíceis da história”.

“Sete anos atrás, quando eles (Brasil) foram selecionados, estavam prestes a ter o 5º maior PIB do mundo e agora estão em 74º. Você sabe o resto, tem sido uma luta por causa das questões financeiras e do apoio exigido de todos os níveis de governo”, disse Coates.

Na verdade, o PIB brasileiro é o 9º maior do mundo, segundo ranking do Banco Mundial atualizado no final de julho. Não está claro se Coates foi irônico em sua comparação ou se misturou PIB com PIB per capita, ranking no qual, segundo a mesma fonte, o Brasil posiciona-se pouco acima da 70ª posição.

Segundo ele, houve falta de comunicação entre os diferentes entes governamentais e, se não fosse o apoio do prefeito do Rio, Eduardo Paes, os Jogos não teriam acontecido.

“Queria que tivesse mais torcida, a gente achava que eles estavam distribuindo ingressos para pessoas pobres e crianças de escola, mas ainda não os vimos nos locais de competição, o que é uma decepção.”

Diversas arenas dos Jogos têm ficado vazias, assim como foi observado em Londres 2012. Há ingressos – normalmente os mais caros – que não foram vendidos e muitas entradas dadas a patrocinadores que não são usadas.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas