Deputadas querem cabeça de Feliciano por suposto estupro

O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) pode ser enquadrado por seis deputadas para responder processo de quebra de decoro no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Feliciano é acusado por Patrícia Lélis, militante do PSC, de tentativa de estupro, lesão corporal e cárcere privado. O local teria sido o apartamento funcional do deputado, há três meses, segundo ela.

Ana Perugini (PT-SP), Erica Kokay (PT-DF), Jandira Feghali (PCdoBR-RJ), Luiziane Lins (PT-Ce), Margarida Salomão (PT-MG) e Maria do Rosário (PT-RS) subscreveram a representação.

Segundo o regimento da Câmara, o deputado se submeterá primeiro à Corregedoria da Câmara. Depois ser levado ao colegiado do Conselho de Ética.

Feliciano corre risco de ser cassado, caso reponda por processo disciplinar e seja constada a quebra de decoro.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas