Teto define acordo no projeto da dívida dos estados

O governo chegou a um acordo para o projeto de lei complementar 257, que trata da renegociação das dívidas estaduais. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou na tarde desta segunda-feira que um limitador dos gastos estaduais será implementado também para os Estados e nos mesmos moldes que o governo está tentando criar para a União por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

Assista entrevista ao lado com o líder do PPS Rubens Bueno

O ministro avaliou também que a medida fará “uma reversão da trajetória de crescimento da dívida e, mais importante, das despesas”. “Essa é uma questão fundamental porque isto sim evita que daqui alguns anos viéssemos a ter um novo processo de renegociação”, destacou.

Segundo Meirelles, de acordo com o site da Veja, o relatório do deputado Esperidião Amin (PP-SC) trará outra contrapartida: a limitação, pelos próximos dois anos, de qualquer aumento ou vantagens aos funcionários públicos estaduais de todos os poderes a não ser aqueles aumentos já definidos por provisão constitucional ou legal.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas