Criminosos ampliam ataques no RN, apesar das promessas

Apesar das promessas das autoridades locais e federais, o crime não para de fazer ataques no Rio Grande do Norte. A onda de violência com ações terroristas acontece desde sexta-feira. E é similar ao que já aconteceu em vários estados, como em Santa Catarina, São Paulo e Maranhão, entre outros.

A violência se espalhou para 31 cidades, especialmente em Natal. Um dos últimos 82 ataques ocorreu em quatro cidades do interior onde carros foram incendiados. Um posto de gasolina também foi atacado. Em Mossoró, houve ataques. Para esta cidade foram transferidas lideranças das gangues que supostamente ordenam os ataques.

Hoje, pela manhã, está em Natal o ministro da Defesa, Raul Jungmann. Ele se encontra com o governador Robinson Faria (PSD) para tratar do esquema do reforço das tropas federais.

De acordo com levantamento divulgado pelas empresas de transporte público, os prejuízos no setor já somam mais de R$ 4,7 milhões, entre veículos incendiados e perda de receita por causa da suspensão dos serviços.

A Câmara de Dirigentes Lojistas do RN já afirma que há prejuízo real no faturamento do comércio e serviços, apesar de não ter concluído o levantamento de dados.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas