Jucá quer pressa na votação do processo de impeachment

Enquanto o delator Sergio Machado (ex-presidente da Transpetro) acredita estar “salvando o Brasil” com a sua delação premiada, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) quer pressa na votação do processo do impeachment.

Ambos serviram ao governo de Dilma Rousseff (PT), seja como articulação político ou como arrecadador de recursos para partidos amilhados..

O senador que foi apeado do cargo de ministro do Planejamento por conta da Lava Jato e pelas denúncias de Machado, disse hoje que o “Brasil espera uma decisão definitiva. Não podemos estender o fim do processo de impeachment para setembro”.

Para ele, “não podemos continuar com essa insegurança jurídica, com insegurança política. Estamos fazendo um golpe? Que golpe? Um golpe parcelado?”, pergunta.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas