Lewandowski contraria interesses de Lula com gravações

As gravações de Lula da Silva feitas com autorização do juiz Sérgio Moro não devem ser anuladas. A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, contraria interesses do ex-presidente, embora o material continue sob sigilo.

Lula queria que simplesmente as conversas com autoridades, algumas delas com foro privilegiado por enquanto, simplesmente sumissem (ou como diz Lewandowski no despacho, “por ora”).

As gravações registram conversas entre Lula, Dilma, o ex-ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e o ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner. O material está sob análise do ministro Teori Zavascki.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas