Sindfisco acerta com Romero MP do reajuste dos auditores

Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé. Assim fizeram os representantes do Sindfiisco (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal) por conta do projeto de reajuste dos auditores, que patina no Senado Federal.

No final de semana, eles estiveram em Boa Vista, capital de Roraima, em visita ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) que continua sendo o homem forte no governo, apesar da exonerado recente.

A visita providencial deve atender aos desejos do Sindfisco em forma de Medida Provisória. A MP pode ser assinada entre essa e a próxima semana e entraria em vigor imediatamente. O projeto depende de um longo caminho no Congresso Nacional.

No seu microblog, Romero se compromete:  “Garanti que vou estar trabalhando para ajudar a categoria.”

Assim, ficaria apaziguada a desavença entre técnicos do Planejamento, que não querem que a proposta prospere, e o Sindifisco.

O PL reivindicado – e que deve se transformar numa MP – pelo sindicato embute uma escala de “bônus” por aplicação de multas às empresas, tema que é compartilhado pela direção da Receita Federal. Na prática, cria uma “indústria de multas” onde até mesmo os auditores aposentados são beneficiados.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas