Cunha nega pela enésima vez que vá renunciar

Há duas semanas Eduardo Cunha (PMDB-RJ) convocou uma coletiva para dizer que não vai usar intermediários para expressar o que pensa. Na ocasião negou que iria renunciar a qualquer coisa.

Nesta quinta-feira magra de notícias na Câmara dos Deputados, o primeiro secretário da Mesa Diretora, Beto Mansur (PRB-SP), pediu a sua renúncia. Acha que o presidente Waldir Maranhão (PP-MA), no exercício da presidência, só pensa no mandato, e Cunha só quer se salvar.

Pouco tempo depois, Cunha utilizou o microblog Twitter para desclassificar quem disse que ele vai entregar os pontos na próxima semana.

“Eu sempre falei diretamente as minhas posições e nunca me utilizei de porta voz. E mais uma vez reafirmo que não irei renunciar.”

Pelo que se comenta nos bastidores, estaria em prosseguimento uma negociação para que Cunha pudesse renunciar à presidência da Câmara. O acordo poderia envolver o Palácio do Planalto, mas até agora nada de concreto pode ser apurado.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas