Juros batem recorde histórico, segundo o Banco Central

Juros bancários batem novo recorde e cresceram 0,2 ponto percentual, chegando a 52,3% ao ano. Na mesma medida, a inadimplência de pessoas físicas e jurídicas atingiu o patamar de 5,9%.

Em ambos os casos, segundo a série histórica do Banco Central, são as maiores taxas em mais de cinco anos.

A taxa de inadimplência das pessoas físicas nos empréstimos bancários somou 6,3% em maio, com atrasos nos pagamentos acima de três meses. É maior patamar desde maio de 2013.

A taxa de inadimplência de empresas subiu de 5,1% em abril para 5,4% em maio, o maior nível desde o início da série, em março de 2011.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas