Operação de busca e apreensão no apartamento de Gleisi foi legal, diz procurador

Operação de busca e apreensão realizada pela Polícia Federal (PF), no apartamento funcional da senadora Gleisi Hoffmann foi legal, segundo o procurador Rodrigo De Grandis.

A afirmação ocorreu nesta sexta-feira (24), um dia após a operação Custo Brasil que prendeu o ex-ministro Paulo Bernardo, esposo de Gleisi Hoffmann, morador do apartamento.

“O Ministério Público executou a ação de acordo com a Constituição e a lei. A medida recaiu exclusivamente sobre o ex-ministro Paulo Bernardo e documentos pertinentes a ele. O fato de o ex-ministro Paulo Bernardo ser casado com a senadora não confere a ele mesmo foro”, esclareceu o procurador.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas