Justiça federal recebe processo contra Lula que envolve Cerveró

O juiz Sérgio Moro, da Vara Federal de Curitiba, manteve o sigilo das gravações do ex-presidente Lula com algumas autoridades, entre eles o ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), e o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

A decisão anunciada hoje sobre as gravações não permite a opinião pública conhecer conversas da Lula da Silva, assim como fez o Supremo Tribunal Federal. Essas gravações fazem parte do mesmo pacote já divulgado por Moro e que envolvia a presidente afastada Dilma Rousseff que combinou encaminhar o termo de posse  como ministro a Lula caso este sofresse algum tipo de coerção jurídica pelo juiz Moro.

As gravações fazem parte do processo que apura suposta ocultação de um sítio e de um tríplex.

Já em outro processo, o que apura sobre suposta compra do silêncio de Nestor Cerveró por Lula da S, o ministro Teori Zavaski, do Supremo, mandou os documentos para a Vara Federal de Brasília.

Também são investigados o banqueiro André Esteves e o ex-senador Delcídio do Amaral.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas