Jornalista do site 247 e Gabas, da Previdência, vão depor na PF

A operação deflagrada nesta quinta, batizada de Custo Brasil e chefiada pela Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor) de São Paulo, envolve também outros 10 mandados de prisão preventiva, 14 de condução coercitiva e 40 de busca e apreensão. Entre os que devem ser ouvidos (não coercitivamente) estão o ex-ministro da Previdência e da Secretaria da Aviação Civil, Carlos Gabas, amigo pessoal da presidente afastada, e jornalista Leonardo Attuch, dono do site Brasil 247.o 

A casa do ex-ministro Gabas em Brasília foi alvo de busca e apreensão. O mesmo aconteceu com a sede nacional do PT, em São Paulo, e a sede do partido na capital federal.

Segundo o El Pais, Rui Falcão, presidente do PT, estava a caminho de Brasília quando os policiais chegaram ao partido e, ao saber do mandado, decidiu voltar a São Paulo.

A Custo Brasil é a primeira operação da Polícia Federal em São Paulo no âmbito da Lava Jato. A investigação foi instaurada em dezembro de 2015, com a documentação apreendida na 18ª fase da Lava Jato – batizada de Piluxeco 2 –, por determinação do Supremo Tribunal Federal.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas