Governadores fazem acordo sobre pagamento das dívidas

Depois de algumas horas de reunião que começou na casa oficial do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rolemberg (PSB), saiu um acordo preliminar sobre a dívida dos estados com a União.

O principal acordo foi o de uma moratória de seis meses e o desconto por 24 meses no valor das parcelas a serem pagas. A dívida dos estados chega a R$ 430 bilhões.

O governador de Goiás, Marconi Perillo, explicou que haverá redução gradual do percentual desse desconto. Pela nova proposta, informou Perillo, ele começa em 100% e vai vigorar entre julho e agosto de 2016. Nesse período, portanto, os estados deixam de pagar totalmente as parcelas das dívidas.

Depois disso, e a cada dois meses, o percentual de desconto vai caindo dez pontos até chegar, em julho de 2017, a 40% sobre a parcela da dívida que cada estado deve à União. Nessa altura, portanto, os estados pagariam 60% da parcela.

A partir de janeiro 2018, ele voltaria a cair 10 pontos a cada bimestre até que, em julho daquele ano, os estados voltariam a pagar 100% das parcelas de suas dívidas.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas