Imbassahy diz que “ninguém é insubstituível” sobre saída de ministro

O líder do PSDB na Câmara, deputado Antonio Imbassahy (BA), comentou que a saída do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, marca a diferença entre os governos Dilma e Michel Temer.

Assista o vídeo ao lado

Imbassahy afirmou que é “evidente que isso não é bom [a saída), mas os percalços têm que ser superados”.

Perguntado sobre se haveria reflexos na organização das Olimpíadas, daqui a dois meses, o líder tucano disse que “ninguém é insubstituível” e que o presidente interino vai buscar uma “solução rápida e segura”.

O líder do Democratas, deputado Pauderney Avelino (AM) reconheceu que o governo poderia desde o início da nova gestão ter adotado o critério de não fazer nomeações de investigados na Operação Lava Jato, mas que nas últimas demissões se comportou da maneira correta.

“Ele (Temer) não está acobertando”, comentou. “Não tenha dúvidas de que há desgaste, mas seria maior se não se tomassem providências.”

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas