Cunha nega ser delator da Lava Jato

O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), classificou de “ilação mentirosa” a possibilidade de usar a delação premiada na Operação Lava Jato.

“Não cometi qualquer crime e não tenho o que delatar”, informou Cunha por meio de redes sociais, como tem ocorrido nos últimos dias.

A advogada Fernanda Tortina, contratada pelo parlamentar, é especialista em delação premiada. Inclusive intermediou a delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.   

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas