Soldado será o primeiro gay a casar com farda de gala na PM-RS

O soldado Miguel Martins, 29 anos, lotado no 1º Batalhão de Patrulhamento de Áreas de Fronteira (1º BPAF), em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, pode ser o primeiro brigadiano homossexual a casar, vestindo farda de gala da Brigada Militar.

Este é o maior desejo do policial militar que atua no policiamento ostensivo. O soldado quer formalizar a união com o modelo Diego Souza, 21, fardado. O primeiro passo já foi dado: “Já protocolei o requerimento solicitando permissão para usar a farda no dia do meu casamento”, afirma.

 

Na avaliação do comandante do 1º BPAF, tenente-coronel Roberto Ortiz Pereira, não há impedimento para a realização da cerimônia. Segundo ele, o uso da farda é uma prerrogativa da função exercida pelo soldado e, sendo assim, não há motivos para negar um direito ao PM.

O parece favorável do tenente-coronel já foi dado. A próxima etapa é receber o aval do Comando Regional de Polícia Ostensiva Fronteira Oeste (CRPO-FO) e, posteriormente, do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira. “Por enquanto não houve impedimentos. Meus superiores e meus colegas de farda me apoiam”, disse.

Este não será o primeiro casamento homoafetivo e nem o último. “Há dezenas de uniões homoafetivas entre os componentes da BM”, assegura. No entanto, pela história da corporação, talvez seja o soldado Miguel Martins o primeiro homossexual assumido a vestir a farda de gala no dia do seu casamento. As informações são do Correio do Povo

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas