Revista diz que volta de Dilma ao poder ganha força

A revista americana “Time” aponta uma série de motivos para afirmar que a improvável volta de Dilma Rousseff (PT) ganha força.

“Os desdobramentos conduzem à sugestão de que Rousseff talvez sobreviva ao voto final no Senado sobre seu impeachment, atualmente marcado para o começo de agosto, logo depois do início dos Jogos Olímpicos no Rio”, afirma a revista, segundo o site da BBC Brasil.

A publicação consulta analistas políticos brasileiros, que apontam a permanência da instabilidade no país e a ausência de força na liderança de Temer. 

O texto enumera o que classifica como “crises” recentes do governo Temer: anúncio do ministério sem mulheres e negros, saída dos ministros Romero Jucá (Planejamento) e Fabiano Silveira (Transparência), extinção (e recriação) do Ministério da Cultura.

O impacto mais recente, lembra a publicação, foi o pedido de prisão feito pelo Ministério Público Federal contra a cúpula do PMDB: Jucá, Renan Calheiros (presidente do Senado), Eduardo Cunha (presidente afastado da Câmara) e José Sarney (ex-senador e ex-presidente da República).

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas