Esquema na Petrobras pode ter pago despesas de Dilma

Esquema fraudulento que lesou a Petrobras em bilhões de reais pode ter pago o cabeleireiro da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Valor de cada viagem era de R$ 5 mil, segundo texto publicado hoje pelo O Globo.

“Há também indicações de que um teleprompter especial foi comprado para Dilma sem ser através de meios oficiais, para escapar da burocracia da aquisição”, diz o texto de Merval Pereira.

De acordo com a reportagem, a Procuradoria-Geral da República possui mensagens que indicam que foram feitos pagamentos de itens pessoais da presidente pelo esquema montado na Petrobras.

E que Dilma teria conhecimento do teor das negociações envolvendo interesses políticos na compra da refinaria de Pasadena, antes da reunião do Conselho de Administração da Petrobras que aprovou o negócio. 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas