Movimento que protesta contra Temer enfrenta polícia em SP

Clima de tensão após a Polícia Militar atirar bombas de gás contra manifestantes que estavam próximos à representação da Presidência da República em São Paulo.

Integrantes do MTST se organizavam para montar barracas e passar a noite nas proximidades da Avenida Paulista. A justificativa para o protesto, que começou no início da tarde, é a retomada dos contratos do Minha Casa, Minha vida que foram suspensos pelo Ministério das Cidades, pois não há recursos em caixa.

Protestos do gênero já tinham sido previstos pelo Misto Brasília como forma de atacar o governo interino de Michel Temer.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas