Sarney diz que delações pegam também Dilma

Os barbudinhos não precisam fazer festa e nem soltar foguetes com as últimas gravações, que deixam sob suspeita os antigos aliados, os peemedebistas. O ex-senador José Sarney, que foi conselheiro de Lula e Dilma, joga água fria na fervura.

Apanhado também na gravação de Sérgio Carvalho, ex-Transpetro, Sarney disse que mais cedo ou mais tarde a presidente afastada Dilma também entra na roda.

Num dos trechos da gravação revelados hoje pelo Estadão, Sarney se mostra preocupado.

“…Vão abrir, vão contar tudo. Vão livrar a cara do Lula. E vão pegar a Dilma. Porque foi com ele quem tratou diretamente sobre o pagamento diretamente a João Santana [publicitário da campanha preso na Operação Lava Jato] foi ela. Então eles vão fazer. Porque isso tudo foi muito ruim pra eles. Com isso não tem jeito. Agora precisa se armar. Como vamos fazer com esta situação. A oposição não vai aceitar. Vamos ter que fazer um acordo geral com isso tudo”.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas