Situação de Jucá em ministério é quase insustentável

Os dez principais temas do Twitter nesta manhã, os chamados TTs, relacionava de alguma forma a Operação Lava Jata e o até agora ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR). A repercussão negativa das falas entre Jucá e Sérgio Machado provocaram terremotos.

O senador licenciado já pode arrumar suas gavetas e retornar ao Senado, de onde não deveria ter saído segundo a maioria dos peemedebistas. O episódio da gravação revelado hoje pela Folha desgasta o presidente interino, Michel Temer (PMDB). E não são poucos os que “pedem a cabeça” de Jucá para não dar munição à oposição.

Em editorial inédito do meio da tarde, por exemplo, o jornal O Globo reafirma que Temer tem legitimidade para estar no cargo, mas adverte o presidente interino.

“Até para não dar razão aos lulopetistas que denunciam uma trama contra a Lava-Jato por trás do impeachment de Dilma, o presidente não pode demorar para afastar o auxiliar. Ou o próprio Jucá deve entregar o cargo, para poupar Temer de mais dissabores. O tempo corre contra o governo”.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas