EUA amplia investigações sobre empresas tupiniquins

A Justiça dos Estados Unidos resolveu ampliar as investigações de empresas brasileiras acusadas de envolvimento em corrupção.

Inicialmente, apenas a Petrobras vinha sendo investigada, mas advogados em Nova York e Washington afirmam que outras empresas que aparecem na operação “lava jato” — como Odebrecht, Andrade Gutierrez, Braskem e OAS — também estão sendo monitoradas pelo Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos. 

De acordo com o Blog do Magno, as investigações são feitas com base na Lei sobre Práticas de Corrupção no Exterior (FCPA, na sigla em inglês). 

A propósito, a siderúrgica Gerdau pode ser a próxima empresa brasileira processada nos Estados Unidos. Advogados de vários escritórios estão investigando irregularidades na companhia por conta das investigações da operação zelotes e pretendem abrir uma ação coletiva em Nova York.

Até agora, sete escritórios dos EUA divulgaram comunicados relatando a possibilidade de abrir uma ação coletiva.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas