Parente chega na Petrobras com a carta branca

O novo presidente da Petrobras, o engenheiro Pedro Pullen Parente, vai acumular a função com a de conselheiro da BM&F Bovespa. O acordo foi fechado com o presidente interino, Michel Temer, e com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Só sairá da Bovespa se houver conflito de interesse.

Outro acordo fechado foi o de poder mudar, se quiser, os atuais diretores e não se submeter a caprichos políticos para eventuais substituições. Parente foi ministro de Planejamento no governo tucano e tem a missão de “trabalhar arduamente” para colocar nos trilhos a maior empresa brasileira.

Hoje, a Petrobras tem um rombo aproximado de R$ 500 milhões, o que é um risco para a sua sobrevivência. 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas