Restaurante alemão proíbe presenças de crianças

autor Misto Brasília

Postado em 19/08/2018 10:27:17 - 10:19:00


Decisão de fechar p restaurante para crianças foi recebida com ceticismo/Arquivo/Divulgação

Dono do local afirma que a medida não é contra as crianças, mas contra determinados pais

Um restaurante no balneário de Binz, na ilha alemã de Rügen, no Mar Báltico, decidiu proibir a entrada de crianças de até 14 anos a partir das 17 horas. "Já estávamos pensando nisso há bastante tempo", afirmou Rudolf Markl, dono do estabelecimento, chamado Oma's Küche (cozinha da vovó).

"Mas tem uma hora que chegamos a um limite e dizemos 'agora chega'", ressalta o comerciante, lembrando os inconvenientes já causados no lugar por menores no lugar.

O objetivo é evitar a repetição de situações vividas em que, segundo o proprietário, meninos e meninas "molestam os outros clientes, puxando a toalha das mesas e entornando taças de vinho”. O dono do local afirma que a medida não é contra as crianças, mas sim contra determinados pais, que não conseguem educar seus filhos e nem reagem quando os menores incomodam os outros vizinhos de mesa. "Eles se limitam a responder com um sorriso, continuam comendo e não se interessam", acrescenta Markl.

Lars Schwarz, presidente da associação hoteleira do estado em que está o restaurante, Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, se mostra cético com a medida, mas reconhece que os empresários têm o direito de decidir livremente quem aceitam ou não em seus estabelecimentos. (Da DW)


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +