Começa festival que surgiu como resistência da Bósnia

autor Misto Brasília

Postado em 12/08/2018 07:53:12 - 07:45:00


Nuri Bilge Ceylan, diretor de cinema turco, foi homenageado no Festival de Serajero/Divulgação

Diretor do filme que recebeu o Oscar também está presente no festival que vai de Viena a Istambul

“Guerra Fria”, do diretor polonês ganhador do Oscar Pawel Pawlikowski, abriu o 24º Festival de Cinema de Sarajevo, a maior competição de cinema da indústria na região que se estende de Viena a Istambul. Estão em exibição mais de 200 filmes.

Criado em 1995 como ato de revolta durante o fim do cerco de 43 meses de forças bósnio-sérvias a Sarajevo, o festival se tornou um símbolo da sobrevivência cultural da capital bósnia, atraindo milhares de pessoas todos os anos.

Pawlikowski, que levou o prêmio de melhor diretor no Festival de Cinema de Cannes pela história de amor “Guerra Fria”, não é o único ganhador do Oscar presente no evento, com o cineasta e roteirista iraniano Asghar Farhadit, dono de duas estatuetas, presidindo seu júri internacional.

Um estudo independente da consultoria britânica Olsberg SPI disse que o Festival de Cinema de Sarajevo rendeu US$ 30,8 milhões para a economia da cidade no ano passado.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +