Esporte Interativo – game over

autor Misto Brasília

Postado em 10/08/2018 12:03:11 - 11:53:00


Clubes como o Sampaio, Paysandu, Inter tinham contratos com o canal que acabou/Arquivo/Divulgação

De uma tacada só, o canal encerrado por forças superiores coloca um grande ponto de interrogação

Texto de Humberto Azevedo

Foi de maneira completamente estupefata que li a notícia de que o canal Esporte Interativo chegara ao fim, com mais de 250 profissionais demitidos.

O referido canal era uma ameaça real ao império erguido pelo jornalista, já falecido, Roberto Marinho. Pela primeira vez, os negócios do ludopédio que são controlados pela TV Globo desde a década 80 poderia trocar de mãos.

Uma aliança de um empresário carioca com o conglomerado norteamericano Turner parecia investir pesado em conteúdo para fazer frente ao domínio global.

Tudo parecia lindo, até que nesta quinta-feira os dirigentes estrangeiros do referido grupo – comprado recentemente pela gigante AT&T – que por sua vez é dona da Directv que controla administrativamente a maior operadora em atuação no país, a Sky, resolveu por um fim a esta história com a justificativa da crise e dos possíveis problemas com o Conselho Administrativo de Defesa do Consumidor (Cade).

De uma tacada só, o canal encerrado por forças superiores que tem contrato firmado com 16 clubes para exibição do campeonato nacional entre 2019 a 2024 coloca um grande ponto de interrogação: este contrato será respeitado?

A afirmação dos representantes dos ianques que administram a filial brasileira é que sim. Garantem eles que as exibições futebolísticas serão transferidas para outros canais do grupo que exibem tradicionalmente filmes.

Mas uma coisa é certa: aquela expectativa que tínhamos de ver finalmente uma concorrente ameaçando os negócios da TV Globo cai por terra.

A reação dos dirigentes que tem contrato com a Turner foi de completa surpresa. Todos os 16 clubes que tem contrato a iniciar com a Turner colocaram seus departamentos jurídicos para analisar a situação.

São os casos de Palmeiras, Santos, Ponte Preta, Internacional, Atlético-PR, Coritiba, Paraná, Bahia, Santa Cruz, Ceará, Fortaleza, Criciúma, Joinville, Figueirense, Paysandu e Sampaio Corrêa.

Nota do Esporte Interativo

“Nós do Esporte Interativo/Turner, agora uma afiliada AT&T, anunciamos hoje que estamos migrando a nossa programação de TV com o futebol nacional e internacional para as marcas TNT e Space.

A Turner continua comprometida com a Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas, iniciando as transmissões a partir deste mês. Além disso, a partir do ano que vem, começaremos a transmitir a série A do Campeonato Brasileiro até 2024.

Os canais do Esporte Interativo na TV serão desativados nos próximos 40 dias e deixaremos de transmitir competições que nos orgulhamos muito durante os últimos anos. Entretanto, as nossas atividades no mundo digital seguem firmes, e continuaremos levando a emoção que o Brasil merece pra vocês através do nosso Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, EI Plus e qualquer outra plataforma digital em que os apaixonados por esporte estejam presentes.

Não dá pra negar que estamos tristes com o fim dos canais Esporte Interativo na TV, mas ao mesmo tempo estamos ansiosos e animados com o futuro, em que estaremos todos os dias na TNT e Space, com as mesmas narrações, comentários e brincadeiras que nos acostumamos a ouvir nos últimos 11 anos.

E claro, seguiremos juntos, diariamente, com a nossa família de mais de 20 milhões de fãs nas redes sociais. Muito obrigado pelo apoio de sempre. Contamos com vocês nessa nova caminhada. Tamo junto!”

(Humberto Azevedo é free lancer da agência Política Real)


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Governador gaúcho diz que está comprometido com as reformas
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +