Crise provoca 500 demissões no grupo de Veja

autor Misto Brasília

Postado em 07/08/2018 07:06:05 - 07:02:00


Grupo Abril passa por uma séria crise financeira que obrigou cortes de pessoal/Arquivo/Divulgação

Grupo Abril ficará apenas com 24º pessoas para garantir a continuidade da revista e de outro títulos

A Editora Abril anunciou um corte de funcionários estimado entre 500 e 840 pessoas. O grupo anunciou nesta segunda-feira (6) o fechamento de Cosmopolitan, Elle, Boa Forma, Mundo Estranho, VIP, Viagem e Turismo, Arquitetura, Casa Claudia, Minha Casa e Bebe.com, segundo publicou o Meio e Mensagem.

A companhia atribui o fechamento de títulos ao seu “processo de reestruturação” e ao “objetivo de garantir sua saúde operacional em um ambiente de profundas transformações tecnológicas, cujo impacto vem sendo sentido por todo o setor de mídia”.

Comunicado oficial distribuído posteriormente disse que a empresa irá “concentrar seus recursos humanos e técnicos em suas marcas líderes”: Veja, Veja São Paulo, Exame, Quatro Rodas, Claudia, Saúde, Superinteressante, Viagem e Turismo, Você S/A, Você RH, Guia do Estudante, Capricho, Mdemulher, VIP e Placar. Essas marcas deverão manter as plataformas nas quais já atuam.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +