Garota que agrediu soldados israelenses é libertada

autor Misto Brasília

Postado em 29/07/2018 15:44:34 - 15:42:00


Ahed Tamimi foi solta depois de ficar presa por oito meses em Israel/Reprodução/DW

Ahed Tamimi e a mãe ficaram detidas por oito meses e foram libertadas na entrada da Cisjordânia

A adolescente palestina que passou oito meses na prisão por ter agredido dois soldados israelenses foi libertada neste domingo (29). Ahed Tamimi, de 17 anos, e a mãe, que também foi detida devido ao mesmo incidente, foram transferidas pelas autoridades israelenses da prisão até um ponto de entrada para a Cisjordânia, onde residem. As duas foram recebidas com faixas e bandeiras palestinas quando chegaram a sua aldeia natal, Nabi Saleh.

Depois de libertada, Tamimi declarou que pretende continuar lutando contra a ocupação israelense. "Nossa resistência vai continuar, principalmente nossa luta por direitos iguais", afirmou. Ela também criticou a nova lei que reforça o caráter judeu do Estado de Israel, a qual chamou de "racista" e "apartheid".

A Anistia Internacional saudou a libertação de Tamimi, mas lembrou que muitos outros menores continuam detidos. Segundo a organização israelense de direitos humanos Betselem, há 291 palestinos menores de idade na cadeia em Israel.