Nova denúncia contra o ex-senador do DF Gim Argelo

autor Misto Brasília

Postado em 25/07/2018 19:51:23 - 19:47:00


Gim Argelo durante depoimento na justiça federal que o condenou à prisão/Arquivo/Reprodução vídeo

É referente obstrução dos trabalhos da CPI no Senado e da CPMI do Congresso em 2014

O Ministério Público do Paraná (MPF) apresentou nova denúncia contra o ex-senador Jorge Afonso Argello (Gim Argello), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Lava Jato, nesta quarta-feira (25).

Segundo o MPF, a denúncia é referente a atuação de Gim Argello para obstruir os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada no Senado e da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) no Senado e na Câmara dos Deputados, no ano de 2014.

Gim Argello já foi denunciado e condenado pelo pagamento de propina envolvendo as empreiteiras UTC Engenharia, OAS, Toyo Setal, Camargo Corrêa e Engevix. Nesta ação, o político foi condenado a 19 anos de prisão na primeira instância; e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região reduziu a pena para 11 anos e 8 meses.


Manifestação contra a decisão do STF que atinge a Operação Lava Jato
AO VIVO Radio Hip Hop
veja +
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
Sancionada a Lei que estabelece idade mínima de 16 para casamento civil
Lei que permite bloquear recursos de acusados por terrorismo é sancionada
veja +