Boate está proibida de escolher clientes por padrões de beleza

autor Misto Brasília

Postado em 01/08/2016 17:02:12 - 16:50:00


Villa Mix SP/Reprodução

A boate Villa Mix barrava negros, pessoas obesas e pessoas consideradas "feias".

A boate Villa Mix, na Zona Sul de São Paulo, assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) na última sexta-feira (29) se comprometendo a não selecionar os clientes com base na aparência, cor ou posição social.

A medida foi necessária depois que a casa noturna recebeu uma série de denúncias de discriminação, segundo o Ministério Público (MP) de São Paulo.

No ano passado, foi criada uma página no Facebook chamada “Boicote ao Villa Mix”, em que ex-funcionários relataram que eram orientados a barrar a entrada de pessoas a partir de critérios pré-estabelecidos pela casa. Segundo relatos, negros, obesos e clientes considerados “feios” eram impedidos de participar das festas.

Agora, a Villa Mix será obrigada a enviar confirmação por e-mail a todas as mensagens recebidas para a lista de presença na boate, que será divulgada na porta do estabelecimento, além de instalar câmeras de vigilância e disponibilizar o material gravado às autoridades sempre que solicitado.

Essas e outras obrigações com o MP deverão ser efetuadas em um prazo de 20 dias, com pena de multa diária no valor de R$ 10 mil em caso de descumprimento. Com informações da Revista Fórum


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
Kajuru vai propor medidas para investigar a CBF
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
veja +