A revolução “silenciosa”

autor Misto Brasília

Postado em 28/06/2018 17:27:11 - 17:13:00


O ser humano tem um potencial variável de poderes intuitivos/Arquivo/Max Nolen Shen

Estão ocorrendo movimentos de consciência espiritual plena voltados para a prática da verdade

Texto de Renato Candemil

Quando escutamos ou lemos no nosso dia a dia a palavra Revolução, logo nos vem à mente uma rápida associação ao campo político e ideológico, esquecendo imediatamente, por consequência, outras áreas bastante comuns, que também podem ser associadas ao termo citado, como por exemplo a ciência, a tecnologia ou até mesmo a economia.

No dicionário cotidiano, encontramos uma simples definição para esse termo, qual seja: "grande transformação, mudança sensível de qualquer natureza, seja de modo progressivo, contínuo, seja de maneira repentina"

Pois bem: trago a reflexão do amigo leitor a questão da Revolução “silenciosa” que está ocorrendo em uma outra área, e que, de certa forma, afeta diretamente e digo até profundamente nossas atitudes, nossa vida, nosso meio.

Trata-se da Revolução “espiritual”.  

Silenciosamente, de modo progressivo, contínuo e até de certa forma oculta, vez que não faz parte do noticiário diário da grande mídia, estamos a caminhar para uma grande Revolução, “silenciosa”, como citei no título do artigo, mas eficaz.

Em todas as regiões, tanto do Brasil, como em outros países, de forma geral, estão ocorrendo esses movimentos de consciência e elevação espiritual plena, com a disseminação de comportamentos voltados para a prática da verdade, da doação, da ética, da moral, e por fim, do amor. Amor a si mesmo, amor ao próximo, amor aos animais, amor à natureza, e por aí vai.

Lutamos “silenciosamente” por um mundo melhor!

Você caro leitor pode estar a se perguntar: mas o que isso tem a ver com minha vida? Com o meu trabalho? Com minha empresa? Com o que eu faço?

Eu respondo: tudo!

Simplesmente tudo!

Em meu livro “Uma Jornada em Busca da Verdade Espiritual”, escrevi uma frase que agora reproduzo: “...devemos entender que para praticar o bem não devemos praticar a mentira, pois a mesma enfraquece o ser humano. Não fomos criados para viver da mentira e principalmente na mentira. A mentira nos adoece, nos tira as energias, nos enfraquece”.

Quando as nossas atitudes diárias, tanto familiares como profissionais, são conduzidas por esses pressupostos, qual seja o de praticar o bem e a verdade, irradiamos ao nosso redor um nível energético positivo e por consequência, temos um aumento gradativo e constante da criatividade e do bem-estar, tanto individual quanto coletivo.

Isso passará a ser fator fundamental da nossa atividade pessoal, familiar e profissional.

Perceba que o ser humano tem à sua disposição um potencial variável e gigantesco de poderes intuitivos, que, se utilizados para a prática de tais atitudes, conforme as citadas acima, com toda a certeza proporcionarão a elevação espiritual, gradativa e constante.

A busca pelo autoconhecimento e elevação espiritual irá determinar os rumos de uma nova era, de grandes transformações, sem qualquer viés político ou ideológico, mas simplesmente determinando o surgimento de uma nova era espiritual, gradativa, constante e libertadora.

Mesmo que diariamente ainda estejamos convivendo e presenciando algumas situações negativas, divulgadas pela grande mídia como se fossem a tônica do sistema, isso não é uma verdade absoluta.

Tenho vista cada vez mais, no sistema corporativo empresarial e na sociedade como um todo, uma transformação, com pessoas trabalhando incansavelmente para a criação de um mundo melhor. São pessoas “comuns”, que vivem em completo anonimato, e que com suas atitudes diárias, vão implodindo gradativamente todo esse sistema pernicioso que está imposto hoje.  

São jovens, adultos, idosos, homens, mulheres e crianças, que cada vez mais disseminam valores e práticas morais, éticas e verdadeiras, ligadas ao bem-estar comum, à preservação do meio ambiente, ao combate aos maus tratos, enfim, são pessoas que disseminam a prática do altruísmo, de forma espontânea e positivista.

Meu caro leitor, sejamos um deles!      

(Renato Candemil é advogado e autor do livro: “Uma Jornada em Busca da Verdade Espiritual”)


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +