Times sul-americanos penam na Copa da Rússia

autor Misto Brasília

Postado em 24/06/2018 20:40:48 - 20:30:00


O meia argentino Javier Mascherano durante treino do time na Rússia/Dvulgação

Com mais de metade da fase de grupos concluída, as equipes sul-americanas já perderam quatro partida

Três seleções sul-americanas representam quase a metade dos títulos da Copa do Mundo, mas seu pior desempenho em mundiais desde 2002 levanta a questão: estaria o futebol sul-americano em declínio? pergunta Andrew Downie, da Reuters. Veja a pontuação dos times em todos os grupos até este domingo (24) à noite. No Grupo E o Brasil e a Suíça dividem a primeira colocação com quatro pontos.

Com mais de metade da fase de grupos concluída, as equipes sul-americanas já perderam quatro partidas, número maior do que em todas as primeiras fases das últimas três Copas.  Entre as cinco seleções sul-americanas na Rússia, apenas Brasil e Uruguai ainda não foram derrotados. 

O Peru já está eliminado após perder seus dois primeiros jogos, enquanto a Argentina e a Colômbia terão caminhos difíceis para se classificarem para a próxima fase. As seleções sul-americanas têm sofrido, principalmente o Peru, cuja série de duas derrotas em duas partidas talvez seja um sinal da ausência de 36 anos em Copas do Mundo

A Argentina, que perdeu a final para a Alemanha há quatro anos, foi destruída pela Croácia por 3 x 0 e não passou do empate por 1 x 1 contra a Islândia. A Colômbia foi batida pelo Japão por 2 x 1. Veja as estatísticas até agora da Copa do Mundo da Rússia.

As derrotas podem representar a situação caótica das ligas domésticas sul-americanas. Mas poderiam dizer mais sobre ascensão dos países em desenvolvimento do que sobre a queda da América do Sul.


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +