Turquia realiza eleições com país dividido

autor Misto Brasília

Postado em 24/06/2018 08:57:13 - 08:50:00


Cédula eleitoral com os candidatos à Presidência na Turquia/Reprodução

Principal candidato é o presidente Recep Tayyip Erdogan, mas enfrenta uma a Aliança Nacional

Neste domingo (24) vão ocorrer as eleições presidenciais e parlamentares na Turquia. A população votará sobre qual futuro deseja para seu país. Em jogo também está o futuro do presidente Recep Tayyip Erdogan, o homem que transformou o país numa potência regional, e que nos últimos anos se tornou um dirigente autoritário.

A sociedade turca, composta por muitos grupos étnicos e denominações, está hoje dividida em dois campos: os adeptos de Erdogan e os críticos dele. Cerca de 60 milhões de eleitores estão aptos a votar na Turquia. Pesquisas recentes mostram que quase a metade apoia Erdogan, no poder há 16 anos, e seu Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), conservador islâmico. Os outros 50% desejam o fim da era Erdogan. Como esse impasse vai se resolver em 24 de junho?

Só que, pela primeira vez, Erdogan, que não perdeu uma eleição nos últimos 16 anos, enfrenta um grande obstáculo. Enquanto ele formou uma Aliança Popular, com o partido ultranacionalista MHP, os partidos da oposição também uniram forças na Aliança Nacional.

A chapa é formada pelo Partido Republicano do Povo (CHP), sigla secular leal aos ideias de Kemal Atatürk, o fundador da Turquia moderna; o Partido da Felicidade (SP); e o Bom Partido (IYI). Por enquanto, as pesquisas eleitorais conferem ao candidato do CHP, Muharrem Ince, até 29% das intenções de voto. (Da DW)


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +