Obrigar alguém a depor agora é inconstitucional

autor Misto Brasília

Postado em 14/06/2018 17:49:28 - 17:48:00


Finalmente o STF decidiu sobre as conduções coercitivas nesta tarde/Arquivo

As chamadas conduções coercitivas estão proibidas agora pelo Supremo Tribunal Federal

Após dois adiamentos e uma votação apertada (6 a 5), o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional obrigar uma pessoa a prestar depoimento na política. A chamada condução coercitiva não poderá mais ser empregada pela polícia judiciária por ordem da justiça. Atualizado às 18h04

O instrumento da condução coercitiva foi utilizado largamente pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. Foram 227 vezes, segundo a última contagem.

A Corte julgou definitivamente duas ações protocoladas pelo PT e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A legenda e a OAB alegaram que a condução coercitiva de investigados, prevista no Código de Processo Penal, não é compatível com a liberdade de ir e vir garantida pela Constituição. Com a decisão, juízes de todo o país estão impedidos de autorizar conduções coercitivas para fins de interrogatório.

Os votos

Votaram contra as conduções os ministros Gilmar Mendes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello. Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, e a presidente, Cármen Lúcia, se manifestam a favor.

 


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +