Líder do MST é condenada por roubo de trator no DF

autor Misto Brasília

Postado em 11/06/2018 16:40:43 - 16:35:00


Bandeiras do MST que tem como meta a reforma agrária no Brasil/Arquivo

Caso aconteceu em 2016 em uma fazenda próximo a um acampamento ocupado pelo movimento em Brazlândia

A 1ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal manteve a condenação de Maria do Carmo Nascimento de Barros, acusada de receptar um trator roubado em uma fazenda de Brazlândia. A defesa alegou que não houve crime.

A líder do acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) às margens da DF-220, foi condenada a um ano e cinco meses de reclusão, que deverá ser cumprida em regime aberto, além de multa.

Maria do Carmo foi acusada de receber um trator New Holland em maio de 2016 de uma fazenda de três homens do MST. De acordo com o Ministério Público do DF, o veículo foi levado para o interior do acampamento “Deus é nossa força I”, próximo ao local do roubo. Policiais civis e militares estiveram ao acampamento, onde localizaram e apreenderam as chaves do veículo com Maria do Carmo.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +